Kindle: um life hack para lermos mais

Uma maneira de lermos mais, carregar mais conteúdo na mochila, aproveitar o tempo no busão e ainda economizar energia, dinheiro e recursos naturais do nosso planeta

Por mais que eu adore ler, a vida de adulto nos cobra e fica difícil conseguir um tempo para este hábito. Para que eu conseguisse seguir minha rotina de leitura, eu aproveitei o tempo que passava no busão (3 horas por dia) para acelerar a quantidade de livros que eu lia. Mas de vez em quando fica bem complicado pegar um livro dentro do transporte coletivo para fazer isso.

Dessa maneira acaba que eu ia deixando de consumir os títulos que eu gostaria de ler, mesmo eles estando na estante/comprados, prontos para pegar e usar. Eu aposto que isso também acontece com você: você sabe que precisa ler alguns títulos, você quer e já até adquiriu eles de alguma maneira, mas não consegue um tempinho para fazer isso.

A algum tempo eu adquiri um dispositivo que resolveu este problema para mim: um Kindle. Eu sempre vi esse aparelho como um gasto inútil e não podemos ficar gastando a toa. Mas depois que comprei essa maravilha da era moderna eu li mais e não largo mais esse negócio.

Este artigo não é patrocinado pela Amazon, viu! Eu que gosto muito do aparelho e gostaria de te ajudar a se decidir, caso você esteja pensando em comprar um.

Vantagens do Kindle

Uma das maiores vantagens do Kindle, para mim, é o fato dele não ocupar muito espaço e ser extremamente leve. A versão mais simples do dispositivo pesa 161 g e o tamanho é bem reduzido: 160 x 115 x 9.1 mm.

O modelo que eu possuo é o Paperwhite e tem 182 g e 167 x 116 x 8.1 mm. Muito pouca coisa.

Foto do Kindle extraída do site da Amazon.com.br

Além de ser mais leve e ocupar menos espaço que um livro, ainda temos a opção de conexão com a internet, facilitando para comprarmos livros e baixar rapidamente no site da Amazon, podemos aumentar o tamanho da fonte, facilitando para quem não consegue ler nas letrinhas pequenas, aumentar o espaçamento das fontes e margens, para quem tem dificuldade de leitura, além de consulta ao dicionário, uma opção que nos ajuda a formar nosso vocabulário.

Algo que eu acho extremamente útil é o tempo de leitura que aparece na parte inferior da tela. Ela me ajuda a finalizar uma leitura sempre antes de chegar na estação que eu vou descer. Quando eu vejo que está faltando muito tempo para leitura e minha estação já está próxima, eu deixo para finalizar na volta do trabalho. Se a leitura custa o tempo de chegada na estação, então eu finalizo ela em paz e dá tudo certo.

A marcação de página e citações também é excelente, pois eu não preciso nem abrir o livro de novo para encontrar aquela citação, basta entrar em “minhas marcações” e encontrar o texto que eu marquei.

Agora vem a maior vantagem: hoje eu carrego 143 livros + 20 artigos na mochila e o peso continua sendo 182 g.

Meus livros no Kindle

Para organizar tudo isso temos a opção de organizar os livros em coleções (pastinhas) por assunto ou como você achar melhor.

Economia

Os livros na versão digital costumam ser mais baratos.

O meu livro, O Universo da Programação na Casa do Código, custa 29,90 na versão digital, enquanto a versão impressa custa 49,90.

Meu lançamento mais recente, Conselhos que eu gostaria de ter recebido no início da carreira, custa 15,00 reais na Amazon e pode ser lido “de graça” pelo Kindle Unlimited, um plano de assinatura da Amazon.

Livros físicos são mais caros devido ao custo de impressão, capa, armazenamento e logística. O ebook pode ser gerado via software, é hospedado em um servidor de arquivos e é baixado na hora em que você compra via internet, é muito mais barato para manter.

A bateria dura horrores! Mesmo que eu leia todos os dias, pelo menos 2 horas por dia, e com a versão com iluminação, eu recarrego o meu dispositivo uma vez a cada 30/40 dias.

Além disso, comprar um livro digital é economizar papel, por consequência evitar um pouco do desmatamento que temos no nosso planeta. Prefira o digital, por favor :heart:.

Extensão: enviar para o Kindle

Algo muito legal é a possibilidade de pegarmos artigos que gostaríamos de ler durante o dia, mas não podemos por precisar entregar aquela feature complicada, e enviar para o Kindle para ler depois, em um momento mais oportuno.

Dá para instalar no navegador, no desktop, no email, no Android… É uma ferramenta muito legal!

Eu utilizo diariamente para pegar os artigos e ler no metrô.

A extensão pode ser baixada neste link: send to Kindle.

Experiência de leitura

Muita gente, assim como eu fazia, diz que não gosta de ler em dispositivos celulares ou tablets. Acham a leitura no livro mais fluida, mais leve. Pois então, o Kindle é todo pensado nesta mesma experiência, não é um tablet e não funciona igual a um celular.

As fontes utilizadas no dispositivo são especialmente criadas para melhorar a experiência de leitura, o Kindle mais simples possui tudo o que precisamos para uma leitura confortável e as versões mais caras contam também com iluminação interna. Essa iluminação é direcionada para a tela do dispositivo, não para os nossos olhos, o que não cansa nossa vista durante a leitura, como os tablets ou celulares.

A pior parte de ler em tablets ou celulares, além de agredir nossa visão, é o fato das notificações nos incomodarem enquanto estamos lendo. No Kindle isso não vai acontecer, afinal ele só existe para leitura.

Você vai ler mais

Com todas essas vantagens, algo que eu senti na pele foi o fato de que eu aumentei a quantidade de leitura em minha rotina.

No ano de 2018 eu li 43 livros. Passando desde livros técnicos como “Understanding ECMAScript 6: The Definitive Guide for JavaScript Developers” até livros sobre comportamentos como o “Inteligência emocional”.

E o mais legal é: quando a leitura se torna rotina, fica chato quando você está no transporte público, em uma fila ou quando temos um tempinho livre e não está lendo.

Desvantagem do Kindle

Acredito que a única desvantagem do gadget é o fato de não conseguirmos emprestar, como fazemos com livros físicos, dificultando nosso movimento pró doações de livros nas comunidades (Doe um livro na comunidade que você participa).

Preços

Temos, no Brasil, as seguintes opções para comprar:

Modelo Valor
Simples 299,00
Paperwhite (com iluminação) 499,00
Oasis (modelo insano) 1.149,00

Conclusão

Acho extremamente legal se conseguirmos gastar uma graninha investindo em algo como o Kindle, que vai nos ajudar a ler mais e, com isso, melhorar diversos aspectos das nossas vidas, seja no âmbito profissional ou pessoal.

Se você quiser algumas dicas de leitura, confere meus reviews no Goodreads.

Categorias:

Se você gostou deste artigo, me apoie no Catarse.

Apoiar

Espalhe a palavra!

Compartilhe este artigo nas redes sociais clicando nos ícones.

Deixe um comentário