Acompanhe ao vivo

Dúvidas de toda pessoa desenvolvedora frontend iniciante

Todo mundo, quando começa no desenvolvimento frontend passa por algumas questões que podem parecer simples, mas tiram o nosso sono

— 8 minutos de leitura

Editar este artigo

Sempre que começamos uma caminhada nova, é normal que tenhamos aquela sensação de não ter um rumo certo para chegar ao nosso objetivo final. Isso acontece, principalmente, porque realmente não temos um mapa do que fazer, para onde ir, o que pode dar errado e aí a ansiedade bate forte.

Mesmo que existam roadmaps na comunidade de desenvolvimento que podem nos ajudar a escolher um rumo, como os do roadmap.sh, temos pontos não técnicos (e às vezes até os pontos técnicos mesmo) que continuam presentes em nossa cabeça. Visando resolver esses problemas que toda pessoa iniciante possui foi que eu escrevi o meu livro O Universo da Programação, mas o meu foco ali foi todas as pessoas que estão entrando na área e nem sabe em qual especialidade seguir.

É diferente do que pretendo com este artigo, onde vamos passar pelos problemas comuns de pessoas que estão iniciando em frontend. Algumas partes são conselhos pessoais, baseados na minha experiência, outras são dicas das pessoas da comunidade que tem muito para nos ajudar.

Como escolher onde investir o meu tempo/o que estudar? permalink

Na área de programação, principalmente em frontend, temos muito, mas realmente muito conteúdo espalhado pela internet. A comunidade que você está prestes a se envolver (ou já se envolveu) é extremamente ativa e está todos os dias discutindo sobre melhores práticas, novas abordagens para fazer algo e muitas vezes somente espalhando opinião pessoal mesmo. Se você gosta de conteúdo ao vivo, como eu, temos canais na Twitch.tv que você pode seguir para aprender sobre o assunto. Se gosta de ouvir podcast, também temos muita opção.

Mas, depois de consumir tudo isso, como saber onde investir o nosso tempo?

É uma tarefa muito difícil, pois o principal aqui é controlar a nossa ansiedade. Vivemos com medo do futuro porque temos receio de tomar uma decisão ruim que pode nos afetar lá na frente.

Deixe-me te contar um segredo: tudo bem se você tomar uma decisão que se arrependa depois, desenvolvimento de software é um emprego como qualquer outro, porém aprender algo novo é muito mais rápido e fácil do que, por exemplo, se você escolhe seguir um caminho em medicina que não outro.

Se eu puder te dar uma sugestão para agora, seria: foque nos livros antigos que continuam em destaque. Como por exemplo essa lista que eu montei com os livros que eu li. Se um livro está há anos no mercado e não parou de ser recomendado, é um bom sinal que você pode investir o seu tempo sem medo de errar.

Cursos e conteúdo online estão o tempo todo nascendo e morrendo, pois são cíclicos. Eles existem para um determinado momento e necessidade do mercado. As pessoas estão, simplesmente, aproveitando a hype para ganhar uma grana. Não significa que você precisa gastar todo o seu dinheiro e tempo em todos os cursos que aparecem na Udemy, nem seguir a risca o último tweet falando bem de uma ferramenta.

Mas também pare de procurar conteúdo sobre "o que eu devo estudar", "o que eu devo fazer", "pra onde ir", etc. Comece a praticar programação, só a prática vai te preparar para qualquer cenário futuro e deixar você com a habilidade essencial de construir o conhecimento por conta própria.

Se você quer uma resposta rápida sobre onde investir o seu tempo: Qual seu objetivo hoje? Arrumar um emprego rapidamente? Se a resposta for sim, aprenda programação, estude os requisitos de emprego para juniores que são mais pedidos na sua região e então foque nisso.

Você precisa ter esse foco. Se é para agora, foque no mercado de agora, se é para o futuro, foque nos conceitos. Os conceitos nunca são deixados de lado.

O que eu devo aprender antes de um framework JavaScript? permalink

Sempre que encontramos essa pergunta nos fóruns de frontend, a resposta que vem em sequência é:

aprenda as bases

Mas o que são as bases?

Cada pessoa fala uma, coisa. Algumas pessoas são extremamente influenciadas pela sua região ou mesmo pela sensação de fama que a comunidade nos trás quando falamos o que as pessoas querem ouvir. Por isso é muito perigoso seguir a risca o que te falamos.

As bases de frontend são as mesmas que de qualquer área dentro de computação?

Sim. E nós só enxergamos isso no futuro, quando estamos há um bom tempo no mercado de trabalho. Temos muita similaridade entre frontend, backend e mobile, por exemplo, como vemos neste link.

Mas para trabalhar como frontend, não adianta saber somente algoritmos, por exemplo. Na hora da entrevista de emprego a cobrança será pelo conhecimento prático. Então o que eu te aconselho é que foque em praticar desenvolvimento de software com foco em construção de interfaces para sistemas web.

HTML, CSS, programação, JavaScript, alguma ferramenta de construção de interfaces, como a internet funciona, hospedagem web, versionamento de código. Talvez isso seja a base, mas mesmo assim pode não ser os únicos requisitos que irão te colocar no mercado de trabalho, porque isso varia dependendo da região onde moramos e até mesmo da empresa em que aplicamos.

Foque em aprender a programar interfaces web e pratique muito. Se prepare para codificar algo caso o seu conhecimento seja colocado em desafio (e vai). Não deixe de estudar a teoria, o MDN, por exemplo, é um ótimo local para aprender a teoria.

Quer saber se está na hora de aprender um framework? Desenvolva uma aplicação inteira sem framework, se você consegue fazer isso e entender o que está fazendo/acontecendo, já está na hora de aprender um framework.

Devo aprender a desenhar layouts (design)? permalink

Essa dúvida clássica existe porque, no passado, web designers eram quem codificava o frontend (que nem se chamava frontend web, mas unicamente desenvolvimento web). Com o tempo a construção de aplicações que rodam no navegador ficou muito mais complexa e precisou-se de uma especialização no assunto para que entreguemos a melhor experiência para o usuário final, com boa escalabilidade dentro da empresa, rastreamento de erros e muitos outros pontos que não eram necessidades antes de 2009.

Hoje em dia uma pessoa desenvolvedora frontend precisa aprender a criar layouts? Não.

Nós não fazemos isso. Eu mesmo não desenho um layout desde 2014, e olha que eu comecei em 2011 e a pessoa programadora só fazia software, não desenhava nada (no máximo fazemos umas charges zoando a diretoria da empresa em nossos cadernos de anotação).

TypeScript, JavaScript, React, Vue, Angular, qual ferramenta estudar? permalink

Você NUNCA vai parar de estudar. Não pense que vai aprender JavaScript hoje e vai trabalhar somente com isso para o resto da sua vida. Também não acredite que aprendendo React você tem a resposta para todos os problemas.

O que você precisa aprender é como aprender as coisas rapidamente (isso se precisa de velocidade). O futuro é incerto.

Antigamente a dúvida era se o foco deveria ser em jQuery ou em MooTools. E nasceu até site explicando somente isso: jqueryvsmootools.com. Depois chegou o CoffeScript e a promessa era de que depois de um tempo ninguém mais precisaria trabalhar com JavaScript por causa das falhas da linguagem (qualquer semelhança com as promessas futuristas ao redor de TypeScript são mera repetição histórica).

Perceba: o mercado vai e volta em diversos pontos da história. São ciclos. Nasce uma ferramenta muito legal, é feito um marketing gigantesco (principalmente se tem uma empresa de tecnologia por trás bancando isso), parece que todo mundo quer usar aquilo e que todo o resto poderá ser desconsiderado no ano que vem.

Pode acontecer de uma tecnologia substitui a outra? É claro. Quem sabe qual é a tecnologia que vai ficar para o resto da vida no mercado? Ninguém. Estamos todo mundo fazendo apostas. Apostando o nosso tempo em algo que acreditamos que pode ser o futuro. Sem mais. Não existe nenhuma garantia REAL em escolher X ou Y acreditando em futurologia.

Claro que você não vai investir o seu tempo em algo que é pouco ou não é mais utilizado, como aprender Fortran, se você quer emprego hoje. Lembre-se do que eu falei anteriormente: foque no seu objetivo, escolha o que te emprega agora e depois você pensa em futuro. Ninguém garante que daqui a 2 anos você estará do mesmo jeito e só depois de uns 5 é que você vai saber realmente onde investir o seu tempo. Acredite, sua carreira não vai acabar em 10 anos, então pare de gastar sua energia tentando prever futuro e faça planos para curto, médio e longo prazo.

Mais conteúdo permalink

Desde o começo do texto eu quis deixar bem claro que existe muito conteúdo sobre frontend na internet e você precisa aprender a usar a criticidade para escolher o seu próprio caminho. Espero que tenha conseguido te entregar as ferramentas certas para que você consiga criar isso, mas temos outros artigos muito legais para iniciantes que eu acredito que você também deveria ler.

Vem comigo!

Se você chegou até aqui, não esqueça de compartilhar este conteúdo por aí e me seguir no Twitter (@_uillaz) e na Twitch.tv (@uillaz).

Photo by Patrick Hendry on Unsplash

Este conteúdo te ajudou? permalink

Se eu consegui te ajudar, considere contribuir com o meu trabalho através dos links abaixo.

Qualquer valor é muito bem vindo e os apoios começam a partir de 1 real. Apoiar via Apoia.se Apoiar via PicPay Apoiar via PayPal