Mudança de ares FEMUG-ABC

Eu nunca fui em um evento de Desenvolvedores Front End, antes de 2015.

Moro em uma região bem ruim de se locomover de ônibus. Pra eu ir pra São Paulo, em um evento legal como o SampaJS, eu demoraria de 2:30 a 3 horas de rolê. Isso em um dia sem chuva, pois nesses dias demora entre 3:30 a 4 horas. Coisa linda né?

Quase deixo escapar um comentário de raiva contra nossos queridos políticos agora.

Eu só comecei a ir em eventos de Desenvolvimento Front End em SP quando eu comprei uma Motoca e mesmo assim, somente em 2016, pois comecei a trabalhar em SP e ficava mais fácil ir para os eventos e voltar pra casa.

Minha motoca

Apesar de eu curtir muuuuuiiiito eventos e comunidades eu também adoro curtir minha saúde e um bom período de descanso.

A necessidade gera iniciativas

Eu sentia muita falta de eventos de Front End aqui no Grande ABC. Eventos em geral mesmo, não somente encontros presenciais.

Na nossa região existem muitos bons devs escondidos e muitos outros querendo contribuir com eventos e com a comunidade, mas é bem complicado isso acontecer, pois a maioria mora no ABC e trabalha em SP. Então colaboram por lá, em SP, mesmo.

Com o intúito de começar algo legal no Grande ABC, a um ano atrás, em Maio, eu criei o ABCDFront (mas que nome bos…):

ABCDFront

Confesso que eu nunca fui muito bom em dar nomes as coisas. Já tive um cachorro chamado Pau de Fumo e meu projetinho mais legal se chama Kibe, então pensa no que pior poderia ter vindo.

Mais pra frente mudei o nome do Grupo para Front-ABC, pra ficar mais chique.

Desde que criei o Grupo, abri uma espécie de Call4Papers para fazer alguma reunião para começar a esquentar o grupo e os debates sobre tecnologia ou palestras começacem a pegar na região.

Recebi, logo de cara, milhares de pessoas querendo contribuir:

Milhares de pessoas querendo palestrar

Esses caras estão no grupo até hoje e colaboram muito!

Sem essas pessoas, a nossa comunidade (ABC-Dev) não teria nascido.

No dia 15 de Julho, fizemos nosso primeiro encontro, como Front-ABC, em um Starbucks, no Shopping ABC em Santo André.

Nesse econtro compareceram o Felipe Uliana, na época meu colega de serviço, o Mario Leme, o Danilo Vitoriano com o Gabriel Oziecki, o Marquinhhus (aquele que queria colaborar, mesmo sendo iniciante) e o Marcio Hiroyuki Miyamoto, deve ter mais algum que eu não me recordo e que deve ter ficado mais calado, por isso não lembro.

Nesse econtro o Danilo e o Marquinhos, natos frequentadores de eventos, indicaram pra que começássemos um FEMUG na nossa região. Eu nem sabia que era fácil assim começar um FEMUG. Tipo, só precisa ter gente disposta a ajudar e compartilhar conhecimento. Coisa linda de se fazer.

Então foi! Mudei o nome do Grupo para FEMUG-ABC, enviei o PR para o repositório do FEMUG e já demos início a nossa contribuição para a região!

Perceba: …demos início

E logo depois veio a primeira palestra como FEMUG-ABC, com o Ubirajara Pelli, sobre Acessibilidade na Omega Systems com o coffee patrocinado pelo Danilo e com direito a brindes da Caelum e cupom de desconto para o curso do Fernando Daciuk.

Depois disso, a maioria dos eventos foi na sede da Midia Performa, pelo apoio do Ramiro Silva, que se dispos a nos ajudar com o espaço super profissional e vem colaborando, também, até hoje.

A comunidade é que tem o poder

Tudo isso foi muito bom e logo em seguida foram rolando vários eventos do FEMUG, inclusive rolou um Hackathon na casa da Andréa Zambrana, Dojo online e muito mais!

Você percebe uma coisa nessa trajetória?

Depois que eu comecei o Grupo veio surgindo mais e mais gente com mais iniciativas e o negócio não parou mais!

Hoje em dia o grupo é altamente auto sustentável. Eles não precisam de um “líder” para gerenciar nada. Todos dão bronca quando veem algo errado, todos buscam locais para fazermos os encontros, todos estão aqui pra ajudar no coffee break e todos se ajudam como bons amigos. - Rola até umas baladas em grupo.

Isso é tão bom que eu me sinto bem em falar que: Se não fosse por cada um desse grupo não aconteceria nada do que já fizemos e ainda vamos fazer.

Todos estão no meu s2!

Porém precisamos de um líder para que ele ajude a centralizar as responsabilidades e tomadas de decisão.

Mudanças são sempre bom

Mudanças são coisa boa. Foi graças a minha mudança de sair de Infraestrutura e ir para Desenvolvimento de Software que eu conheci essa galera sensacional.

Sinto que fiz minha parte.

Mas agora chegou a vez de outra pessoa assumir o papel de responsável pelo FEMUG-ABC.

Ultimamente tenho ficado sem tempo por conta da Faculdade, emprego mais longe de casa e por outros fatores preciso diminuir a quantidade de responsabilidades. E todo mundo sabe que eu me envolvo em muitos projetos, pois sou apaixonado por Open Source e amo colaborar com o desenvolvimento profissional das pessoas. Então preciso diminuir o ritmo, senão o motor pode fundir.

Eu não escolheria ninguém mais do que algum dos que sempre estiveram conosco desde os princípios e estivesse participando de forma ativa e com muita iniciativa pelo grupo. Portanto escolhi o mano Ubirajara Pelli para o cargo.

Um dos primeiros a se candidatar para palestrar, um dos que são mais presentes em todos os encontros que rolaram até agora e já até conseguiu espaço fixo para quando precisarmos!

Tenho certeza que vai vir muita coisa boa desse cara e o grupo vai continuar evoluindo.

Finalizo esse artigo com a frase de uma sábia contemporânea: “A comunidade são seus membros, sem ela o líder é não passa de um babaca tentando falar em voz alta”.

Vocês tem o poder!