Empresas que contratam pessoas desenvolvedoras de software acima dos 40 anos

Faixa etária do mercado de trabalho com programação e lista de empresas que contratam pessoas acima dos 40 anos de idade.

A grande maioria das pessoas do mercado de programação, hoje, é de pessoas na faixa etária de 25 a 34 anos. Podemos confirmar essa afirmação analisando os gráficos do StackOverflow e do HackerRank, que fazem um levantamento anual com pessoas que utilizam suas plataformas.

Segundo o StackOverflow, 49.2% do mercado é de pessoas na faixa dos 25 até 34 e o HackerRank confirma isso no seu gráfico.

Gráfico do StackOverflow com os dados informados abaixo no artigo

Gráfico do HackerRank com os dados informados no artigo

Isso acaba sendo assustador para pessoas acima dessa idade. Onde 17.8% está na faixa dos 35 até 44, 5.1% na faixa de 45 até 54, 1.5% estão entre 55 a 64 e 0.3% são os demais.

Se somarmos a porcentagem das pessoas de idades acima de 34 chegamos ao resultado de 24.7%. O que quase não passa o número de pessoas entre 18 a 24 anos, que é de 23.6%.

Segundo algumas pessoas que eu questionei, elas acabam se sentindo em um mercado onde não possuem mais espaço e por isso desistem da área.

Este post é só uma pequena ajuda para essas pessoas. Pra mostrar que tem gente que entende sua dor e está te ouvindo e vamos fazer o possível pra tentar ajudar nos lugares onde trabalhamos.

Falta de oportunidade nas empresas

O que acontece muito em nosso mercado, talvez na maioria, é achar que “pessoas de mais idade”, como alguns costumam chamar, não querem ou não tem criatividade para continuar programando depois de certo tempo.

Algumas dessas pessoas querem, sim, continuar trabalhando com programação, não querem se tornar gerentes (não que isso seja ruim), como o mercado assume ao ver sua idade no currículo.

Talvez por não serem todas as empresas que possuem um bom plano de crescimento para o funcionário focado em pontos técnicos. Os casos de empresas onde a pessoa poderia começar como junior, crescer para pleno, sênior e depois se tornar especialista em desenvolvimento de software, o que lhe garante emprego ainda codando por muito tempo.

O triste é saber que pessoas nessa faixa etária às vezes precisam até ocultar sua idade no currículo senão nem são chamadas para a entrevista.

Mas, na minha empresa…

É clássico que, em conversas sobre diferenças de tratamentos ou diferenças sociais as pessoas começarem a apelar para o “mas, na minha empresa tem 1 pessoa assim”, “mas, na minha faculdade tem 1 pessoa assim”. Isso é tratar exceção como regra.

Eu costumo inverter essa fala, quando alguém comenta comigo, para: “mas, na minha bolha…”.

Porque também acontece de as pessoas acharem que por conta de onde elas estão ser mais inclusivo, todo o mercado também é. Só que não, não é assim. Infelizmente.

Nós vivemos em bolhas… O nosso grupo de amigos e amigas, a empresa onde escolhemos ficar. Tudo isso reflete algo que nós acreditamos e apoiamos e também a nossa própria história.

Se fizermos um exercício rápido de empatia chamado teste do pescoço, que consiste em olhar ao nosso redor e analisar a diferença que existe na nossa sala, já conseguimos perceber quem é maioria dentro do nosso mercado.

Empresas que contratam pessoas acima dos 40 anos

Fiz um levantamento no Twitter de empresas que contratam pessoas desenvolvedoras de software para fazer parte do seu time e essa foi a lista que conseguimos:

Empresa Site para mandar currículo
Loggi Vagas da Loggi
Moip Pagamentos Vagas da Moip
Lambda3 Vagas da Lambda
ReclameAqui Vagas do ReclameAqui
Leroy Merlin Vagas da Leroy
BIO Ritmo Vagas na BIO Ritmo
ThoughtWorks Vagas na TW
NuBank Vagas na Nu
TOTVS Vagas da TOTVS
Geru Vagas da Geru
Concrete Solutions Vagas da CS
LuizaLabs Vagas do Labs
Ka Solution Vagas da Ka Solution
Zup it innovation Vagas na Zup
Oi Vagas na Oi
Mercado Livre Vagas no Mercado Livre
Accenture Vagas da Accenture
Keep IT Simple Vagas da Keep IT Simple

Conclusão

Existem, sim, pessoas acima dos 40 procurando emprego como programadores e programadoras, não em gestão. Nós, como profissionais, somos parte da empresa e podemos fazer o mínimo pra tentar ajudar elas. Este artigo foi minha maneira de tentar ajudar.

Se você tem algum acesso a sua diretoria/gestão/liderança, manda esse post para eles, tente conscientizar alguém. Se conseguirmos mudar a vida de uma pessoa com nossos esforços, já valeu a pena.

Se você fizer parte desse grupo e está procurando emprego, já mande seu currículo. Se você não faz parte, compartilhe este artigo nas redes sociais, no WhatsApp ou nos seus meios de comunicação com pessoas que podem estar precisando.

Se quiser olhar os posts nas redes sociais, foram esses aqui:

Inlcusive, no LinkedIn, tivemos pessoas de recrutamento deixando seus contatos, então corre conferir lá! :grin:

Referências

Categorias:

Espalhe a palavra!

Compartilhe este artigo nas redes sociais clicando nos ícones.

Deixe um comentário