Ajude a manter o meu trabalho. :pray:

Como criar um podcast

Reuni as dicas que segui desenvolvendo o meu conteúdo em um artigo para você criar um podcast bem maneiro!

Sempre que gosto de um tema, costumo aprofundar um pouco nos estudos sobre isso para tentar extrair algo bom daquela empolgação inicial que temos ao iniciar um projeto novo. Foi assim quando fui escrever meu livro para iniciantes em programação, O Universo da Programação, e eu li vários livros sobre “como escrever um livro”.

Além de aprofundar nos temas, gosto muito de compartilhar essas coisas que aprendo para que outras pessoas também aproveitem e tenham acesso a informação. Por isso já escrevi um artigo sobre “como escrever um artigo” e fiz uma palestra sobre como fazer palestras. Pois é! :joy:

Recentemente comecei um podcast e para tentar fazer algo de qualidade com o pouco de recurso que podcasters amadores tem, pois, mesmo sabendo que não vamos conseguir alcançar os maiores podcasts das atualidades, devemos buscar fazer algo minimamente bom para as pessoas que nos escutam. Agora chegou a hora de compartilhar o que estou aprendendo ao produzir o podcast O Universo da Programação: anchor.fm/ouniversodaprogramacao.

Imagem de um microfone com foco

Para gerar o meu conteúdo via podcast, estudei através de livros, vídeos no YouTube e muito bate papo com pessoas que fazem o mesmo. Vou compartilhar esse conhecimento sintetizado neste artigo.

Se você já tiver conhecimento das dicas de algumas partes do conteúdo, pode pular para a próxima parte. Não tem problema.

Antes de começar a gravar

Antes mesmo de começar a produzir nosso podcast, é extremamente importante que tenhamos alguns pontos em mente que irão nos guiar durante toda a existência do nosso conteúdo. É extremamente importante que tenhamos as respostas para as questões abaixo para que não desviemos o foco quando começarmos as gravações.

Vou listar os pontos, mas logo depois explico melhor como pensar em cada um deles, por isso leia agora e já tente pensar em cada um:

Se você já souber todas as respostas firmemente, então é muito provável que você já esteja produzindo conteúdo, pois quando eu comecei a pensar nesses tópicos eu nem fazia ideia das respostas. Agora vamos tentar responder esses e outros pontos juntos.

Se mesmo com essa ajuda você não conseguir planejar seu conteúdo, não se preocupe, depois disso temos algumas informações que podem te ajudar.

Definindo um tema para o podcast

Quando ganhamos voz/espaço para falar, normalmente queremos falar sobre tudo o que sabemos. Isso é bem comum e é por isso que acabamos fugindo do tema central do nosso conteúdo por tantas vezes. Seja em formato de artigos, vídeos ou o podcast.

Uma maneira de definirmos um tema para o nosso conteúdo é nos fazer uma pergunta fechada: Sobre o que eu vou falar?.

Nós precisamos definir isso e deixar esse tema bem claro para quem vai consumir nosso conteúdo.

Mas a pergunta “sobre o que eu vou falar?” é perigosa. No meu caso seria muito fácil responder: programação de computadores. Só que isso é muito amplo. Dentro de programação de computadores existem muitos assuntos que eu posso falar. Hoje eu falo de linguagens de programação, depois sobre tecnologias específicas, depois faço algumas entrevistas com pessoas sobre carreira em programação. Isso é uma falta de foco. Mesmo que tudo isso seja programação, as pessoas querem ouvir nosso conteúdo por um motivo, qual desses seria o assunto que meu público gostaria de ouvir? Pense nisso.

Existem outras perguntas que podem nos ajudar a definir o tema do podcast:

Definindo um formato para o podcast

Caso você ouça podcast, já deve ter percebido que cada um tem um formato bem definido (ou não). Alguns dos formatos mais comuns são:

Existem outros formatos, mas esses são os mais encontrados nos podcasts mais maneiros.

Definindo o nome do podcast

Essa parte ficará mais fácil se você já tiver definido o tema do seu conteúdo, pois definir um nome é tão complicado quanto responder todas as perguntas que temos antes de começar a gravar.

O nome deve remeter algo relacionado ao seu conteúdo. Não seria interessante falar de filosofia e o podcast ter o nome de reprogramando. Mesmo que possamos “reprogramar” nossa mente ao aprender mais sobre filosofia. :joy:

Confira os nomes dos podcasts que você conhece e veja como eles se relacionam com o conteúdo. Talvez isso te ajude nessa definição.

Equipamentos para gravação do podcast

Nem todo mundo possui recursos para comprar um belo microfone profissional, até por isso nosso conteúdo é amador (fazemos por gostar de fazer), diferente do conteúdo de empresas famosas por seus podcasts incríveis.

Vamos aqui a uma listagem de possíveis equipamentos que podemos utilizar para a gravação baseado em seus custos:

Tenho algumas indicações para fazer.

Fones de ouvido

Pessoalmente, quando gravo com fone de ouvido, utilizo um JBL Tune 110 Intra-Auricular, de 50,00, mas também existem fones mais profissionais nos headsets gamers e o Hyperx Cloud Stinger é uma excelente pedida, porém seu valor é maior (R$ 300,00).

Microfone de lapela

Eu não cheguei a utilizar microfone de lapela, mas assisti alguns reviews e o resultado com esse equipamento é bem maneiro: Audio-Technica, ATR3350IS.

Microfone condensador

Este é o que eu utilizo hoje em dia. É um aparelho muito bom, dependendo da nossa escolha ele capta somente nossa fala, pois ele tem um limite legal de captura e é um modelo de estúdio, então funciona bem dentro de casa também. Só não funciona tão bem se você quiser gravar fora ou se deseja gravar em grupo (mesmo que seja na sua sala/quarto).

Vou compartilhar o primeiro modelo que usei e o que uso atualmente:

Em ambos equipamentos tive um bom resultado e estou bem feliz, o segundo é bem melhor, mas o valor é mais alto também.

Se você possuir uma boa condição financeira para investir em equipamentos agora, a melhor opção seria este aqui: Microfone Blue Yeti Usb Blackout Condensador Profissional.

Microfone direcional

Se você estiver utilizando um celular (ou uma câmera, se for gravar vídeo também), pode utilizar um microfone direcional e o áudio sairá mais limpo ainda.

Algumas opções:

Softwares de gravação

Para gravar, não basta termos o microfone, vamos precisar de um software para armazenar isso em nosso computador/celular.

Se você for utilizar o celular, o aplicativo de gravação que vem por padrão no aparelho já funciona bem. Mas se estiver no computador, a minha indicação é o Audacity, um software gratuito que funciona em todas as plataformas.

Outro aplicativo fantástico para gravação, que ainda pode ser utilizado no celular ou no computador, é o Anchor, que uso para publicar (mais sobre isso abaixo) o meu podcast.

Editando nosso podcast

O mesmo programa que utilizo para gravação, também utilizo para edição dos episódios, o Audacity.

Nós conseguimos fazer tudo com ele: corte, adicionar vírgula sonora, adicionar vinhetas, etc.

Pontos importantes que precisamos focar na edição:

Se a gravação for com convidados(as), cada pessoa fala em uma altura de voz, precisamos normalizar isso na edição e deixar todos os áudios iguais.

Precisamos remover espaços em branco, mas não todos. Alguns são importantes para deixar o episódio mais natural. Espaços em branco são quando paramos para pensar em algo e depois voltamos a falar, são aqueles “ééééé”, “aaaammmmm”, que falamos antes de começar a próxima frase. Será necessário aprender a remover isso via software.

Também é importante remover os ruídos que acontecem durante a gravação. Barulhos de cadeira arranhando o chão, avião passando, carro, ônibus, etc.

Uma vinheta vai ajudar o seu podcast a ficar memorável, por isso produza uma ou procure pessoas especializadas que possam fazer isso por ti (provavelmente você terá que desembolsar uma quantia financeira aqui). Pessoalmente recomendo os serviços das mulheres da agência Ô, dona!, um coletivo de mulheres focadas na construção de sua marca.

Aqui você vai ouvir algumas dicas maneiras sobre abertura, vírgula sonora e vinheta: ALÔ TÉNICA! #18 – IDENTIDADE SONORA: ABERTURA, VÍRGULAS E VINHETAS.

E nesses tutoriais podemos aprender um pouco mais sobre edição no Audacity:

Planejando os episódios

Com todos os equipamentos em mãos, com o software de gravação preparado e com todo nosso conteúdo definido, agora vem a parte legal: gravar nossos episódios. Mas, antes disso, é necessário se planejar para não fazer feio/chato.

Ninguém vai gostar de ouvir algo que começa falando de um assunto, vai para outro, comenta mais alguma coisa e no final não falou nada. Isso é incomodo. Dependendo do nosso público, o tamanho do episódio também vai contar muito.

Como tudo depende do nosso público, não existe uma regra que você vai seguir e terá sucesso, é importante ter em mente que precisamos avaliar os seguintes pontos:

Pelas minhas pesquisas com o público e também por outras fontes de conhecimento, chegamos a conta de que entre 20 e 45 minutos é um bom tempo para o episódio. Isso porque a maioria das pessoas ouve o cast no busão/metrô.

Sobre a pauta e roteiro, se não tivermos uma pauta, é muito provável que vamos começar falando de um assunto e não conseguiremos continuar falando disso até o final. Nossa mente tende a divagar, então é muito importante definir que vamos falar sobre X e somente sobre isso até o final do episódio. Se quiser falar de outro assunto durante a gravação, anote e faça outro episódio. O roteiro pode facilitar a nossa vida, mas pode deixar nosso conteúdo robotizado por não sermos profissionais de comunicação. Se você domina esse assunto, então escreva um bom roteiro e siga ele durante a gravação.

Alguns livros e ebooks que podem facilitar sua vida na hora de planejar e também na hora de gravar o podcast:

Gravando nossos episódios

Com tudo pronto, agora é a hora da verdade!

Gravar será uma experiência excelente para seu crescimento pessoal e profissional. Não estou de coachismo aqui, é realmente legal e nos ajuda a evoluir. Nós temos medo de falar em público, por que não treinamos isso durante a gravação dos podcasts, afinal estamos a sós com nosso microfone e o software de gravação. Isso será engrandecedor.

Durante a gravação você precisa ter em mente que não precisa sair falando tudo desesperadamente para acabar logo. Você está no controle. Fale o que precisa ser falado. Se você errou, dê um espaço para facilitar remover o trecho com erro e volte a falar.

Beba água durante a gravação. Devido ao nervosismo, mesmo que esteja a sós, sua garganta vai secar, sua voz começa a falhar e tudo vai “por água abaixo”.

Se você achar interessante, grave uma abertura padrão para os episódios para não precisar fazer isso toda vez. O mesmo para o fechamento dos episódios.

Publicando o podcast

Existem diversas plataformas maneiras para publicarmos nosso podcast, mas as melhores tem um contra que eu não consigo resolver agora: são pagas.

Algumas plataformas que cheguei a avaliar e você também pode ponderar:

Pessoalmente eu utilizo o Anchor, uma ferramenta excelente para publicação do nosso conteúdo, pois, além de armazenar nossos episódios, ainda envia para todas as plataformas mais utilizadas, como CastBox, PocketCast, Spotify. Nós precisaríamos registrar nosso podcast e enviar os episódios para cada uma delas pessoalmente, mas o Anchor já faz isso automágicamente.

Divulgando nosso conteúdo

Uma das partes mais complicadas de criar um podcast é a divulgação. Nós queremos que as pessoas nos ouçam, afinal estamos tento um trabalho danado, gastando nosso tempo e muitas vezes recursos financeiros, mas como fazer elas chegarem até nós?

Existem diversas práticas de marketing que precisaremos aprender, mas a mais útil, na minha opinião, é conhecer o nosso público. Conhecendo quem você quer atingir será mais fácil saber o que precisa fazer para chegar até essas pessoas.

As redes sociais são uma ferramenta de divulgação de incrível impacto no nosso conteúdo. Sabemos disso visto os últimos episódios de divulgação de conteúdo via WhatsApp, por exemplo. Devemos utilizar isso ao nosso favor.

Existem grupos de Facebook com o público que você deseja atingir, entre nesses grupos, leia as regras para garantir que você possa postar lá, e então divulgue seu conteúdo.

Outra rede muito importante atualmente é o Instagram, se o seu público for mais jovem. Twitter e Telegram estão entre as mais importantes, mas, se imaginarmos um ranking de melhores, eles estão na parte de baixo.

Então temos a seguinte ordem de importância de redes sociais:

Alguns livros e ebooks que você pode ler para se aprofundar mais no assunto e fazer bonito nas redes:

Referências

Outras fontes para você aprender mais sobre a criação do seu podcast:

Categorias:

Espalhe a palavra!

Compartilhe este artigo nas redes sociais clicando nos ícones.

Deixe um comentário