William Oliveira

Carreira em programação, JavaScript, Nodejs, Performance Web, Git, GitHub, Linux, Open Source, mas também coisas realmente importantes como inclusão e diversidade - Vim da periferia pro mundo

Não perca minhas novidades!

Inscreva-se na minha newsletter para receber os últimos artigos, vídeos e sorteios.

Clique aqui para se inscrever

Aprenda a trabalhar em Equipes!!!

Como eu disse em um post anterior, você não vai trabalhar sozinho a vida toda. Chega uma hora em que é preciso trabalhar em equipes, interagir com outras pessoas e é necessário que você aprenda isso. Mesmo que você trabalhe em casa, vai precisar enviar seu projeto para outras pessoas.

Existem algumas boas medidas para conseguir trabalhar bem em grandes ou pequenas equipes…

Organização

As pastas que você cria para organizar seu projeto devem possuir nomes que auxiliem a entender o que tem dentro. Não somente as pastas, os nomes dos arquivos também devem ter algum significado. Não crie uma pasta com o nome scripts e coloque todos os .styl, .js, .html, .php, .rb, etc, ali dentro, mas crie uma organização ou siga alguma.

Isso serve até mesmo para que você se encontre mais fácil no seu projeto.

Trabalhar com outras pessoas não é a mesma coisa de ser criança e a mãe arrumar seu quarto… Você tem de se organizar e outras pessoas tem de entender sua organização.

Da uma olhada aqui no meu [Scaffold ](https://github.com/woliveiras/pastel “Pastel um pequeno Boilerplate que eu criei para agilizar meus projetos”)e veja como eu organizei os arquivos - É um exemplo beeeem básico, mas da para ter uma noção…

A forma como escreve seu código também faz diferença e vou falar disso agora!

Comentários

Comente seu código. Daqui a 6 meses você não vai lembrar o que aquilo fazia, afinal você evolui - Ou só esquece mesmo. E assim como você não vai saber daqui a esse tempo, pessoas que pegarem seu código hoje podem demorar a entender o que ele faz se não estiver comentado.

Comentários no código

Tirando a zoeira - Que é uma história real. Mantenha o bom senso. Existem funções da própria linguagem que não precisa ser comentada. Se o cara estudou a linguagem, então ele sabe o que aquele método faz.

Semântica

Além da semântica no HTML, você precisa usar do bom senso ao nomear identificadores, classes, funções, métodos, objetos, etc.

Uma função com o nome  funcaoX(); não diz muita coisa sobre ela mesma, porém uma função com nome setTimeOut(); está dizendo por si que ela define o tempo para alguma coisa.

Use e abuse da semântica em seu código!

Padrões de codificação

Você precisa bater o olho no seu código e entender aquilo sem dificuldade. Não é legal você escrever os nomes das variáveis uma hora em inglês outra em português, uma hora com CamelCase, outra hora com underlines. É bom você ter um padrão de codificação.

E o que conta para como um padrão de codificação para meu uso no dia a dia?

Segura a lista:

E tem muito mais que varia de acordo com a sua forma de trabalhar/linguagem/projeto. É uma verdadeira forma de formatar seu código.

Padrões de projetos

É bom que você procure estudar Design Patterns.

Quando você entra em um time, eles já possuem alguns padrões internos que são os padrões de codificação/organização de diretórios/comentários/commits, etc. Porém, fora esses, eles utilizam alguns padrões como MVC, MVVM, Composite, Factory, Dependency Injection e é bom que estude isso até mesmo para se organizar melhor em seus próprios projetos.

Espalhe a palavra!

Compartilhe este artigo nas redes sociais clicando nos ícones.

Deixe um comentário