Curte meus artigos? Me apoie no Catarse. :pray:

O caminho do arco-íris estudando programação

O perigo escondido nos cursos, livros, vídeos e outros conteúdos que ensinam programação através do caminho perfeito, o caminho do arco-íris

Existe uma lenda na mitologia Irlandesa que é a dos duendes (ou Leprechaun). Diz a lenda que esses seres possuem o conhecimento de tesouros escondidos em vários locais e o arco-íris leva até o pote do tesouro. Como um caminho perfeito, que sempre nos leva a uma recompensa. Se você conseguir capturar um Leprechaun e nunca o perder de vista, você pode chegar ao pote de ouro!

Na área de programação, os duendes que nos levam até o pote de ouro são os professores e professoras dos cursos, os livros, os artigos, as vídeo aulas no YouTube e também os podcasts é claro.

Esses recursos nos levam por este caminho sempre perfeito até o nosso objetivo final, que pode ser: colocar um site em produção, criar nosso currículo em HTML e CSS, criar uma API Restful com Python ou até uma aplicação de ponta a ponta com Node.js e React. Se seguirmos todos os passos que nos são passados no final temos um grande prêmio, que é nosso projeto no ar.

Isso acontece porque a pessoa que planejou o conteúdo o fez de uma maneira linear, que você pode seguir e ir cumprindo pequenos desafios (ou grandes) até conquistar a grande realização que é aprender programação, desenvolvimento web, machine learning, rest ou o que for que você estiver estudando.

Um túnel colorido com as cores de um arco-íris

O perigo do caminho do arco-íris

Assim como toda lenda, temos um perigo escondido aí. No dia-a-dia como pessoas desenvolvedoras de software o caminho não é perfeito e os problemas que você vai enfrentar não são tão previsíveis ao ponto de conseguirmos cobrir tudo em uma fonte única de conhecimento.

Não tem alguém que planejou por onde você deve começar, para onde ir depois de finalizar algum desafio ou como realizar seu trabalho com maestria sem enfrentar nenhum conflito extremamente complicado. O caminho do arco-íris, assim como outros mitos, não existe na vida real!

Quando planejamos nosso conteúdo, tentamos te colocar em diversos pontos de conflito, que irão te fazer pensar e te forçar a aprender, mas isso tem um limite humano que é a nossa capacidade de conseguir pensar nos desafios que você poderia enfrentar. Se somente isso fosse capaz de te preparar para tudo, não existiriam tantas perguntas no Stack Overflow. Quando pesquisamos pela linguagem JavaScript, temos 1,822,423 perguntas, se procuramos por Python encontramos 1,185,950 de perguntas, só enquanto eu escrevo este artigo.

Essa armadilha é terrível! Como nesses conteúdos encontramos e criamos algo sempre perfeito e funcional baseado em um mapinha lógico que vai nos empurrando de uma ponta para a outra, temos uma sensação muito prazerosa de dever cumprido que nos prende lentamente em um fluxo ruim: queremos fazer outro curso, ver outro vídeo, depois outro curso, depois outro vídeo e nunca paramos para praticar de verdade.

Passeamos de um conteúdo que leva para outro e outro e outro e não saímos da mesmice que existe nos conteúdos de programação que é sempre ensinar a mesma coisa, do mesmo jeito com outra linguagem de programação diferente. Não saímos da nossa zona de conforto, que é ter alguém nos ajudando em tudo.

Acreditamos que estamos nos preparando mais e mais. Porém, na hora de uma entrevista de emprego ou quando um software dá problema em nossas mãos não sabemos nem por onde começar a resolver este problema.

Isso acontece porque estamos nesse hábito ruim de não nos desafiarmos mais. Você desistiu de ser cientista já faz algum tempo. Estamos num fluxo maldito de aprender algo só para cumprir um currículo especificado pelas empresas, não porque acreditamos que precisamos saber aquilo, então vamos pulando de conteúdo em conteúdo e não aprendemos nada de verdade. Só estamos alimentando nosso currículo, não a nossa curiosidade. E isso é extremamente perigoso.

O perigo do caminho do arco-íris se esconde na formação de profissionais que podem se decepcionar bastante no futuro. Seja em entrevistas de emprego que você nunca passa, uma promoção que você não recebe ou mesmo quando estiver em um cargo alto, precisar tomar decisões pela equipe e ninguém confiar nas suas falas, pois você só sabe teoria, não tem nenhuma prática e sua equipe não confia nas suas decisões, pois você não consegue mostrar os reais benefícios do que você está falando. Você não saiu do básico.

A vida não é uma linha reta, é uma estrada sinuosa e cheia de buracos onde nós caímos e não tem problema nenhum nisso. O caminho do arco-íris nos vicia em acertar sempre. Nos faz perder a coragem de errar. Isso nos bloqueia criativamente e até diminui a nossa autoestima.

Não tem problema nenhum em errar. Desafie-se!

Você precisa praticar! Precisa escapar da armadilha do caminho perfeito que nunca trás problemas fora do que você está pronto(a) para enfrentar. Precisa parar de procurar alguém que vá te carregar de um lado para o outro ou um método mágico que vai te colocar no emprego mais fantástico na última startup de tecnologia que saiu em todos os portais de economia por virar unicórnio.

É necessário começar a criar coisas do zero e por conta própria. Você consegue! Se você realmente aprendeu o que foi dito nos cursos, livros, etc., com certeza consegue fazer algo por conta, basta só começar, procurar projetos open source para ajudar ou até mesmo buscar clientes e começar a fazer freelance.

Conclusão

O caminho do arco-íris nos leva de uma maneira confortável até a sensação de preparação, mas podemos nos decepcionar bastante se não escaparmos dessa armadilha. Começar a se cobrar demais, não passar em entrevistas, ter um medo extremo de errar, ansiedade e não ser um(a) profissional preparado(a) de verdade no futuro são reflexos deste caminho perfeito.

Este conselho é igual as matérias de faculdade ou os livros complexos, pesados e caros do Tanenbaum, você não vai ver valor em aprender coisas além do que é ensinado nos cursos até o dia em que aparecer um desafio diferente do que você recebeu treinamento para enfrentar e você não ter idéia alguma de como começar a resolver isso. É nessa hora que você precisa entender que errar é comum e você não pode se prender por isso. Não tenha medo de errar!

Além do caminho do arco-íris, existe outro problema comum em todas as áreas: a paralisia por análise, que é quando nós passamos mais tempo procurando conteúdo, estudando, aprendendo, pesquisando mais e mais, só que nunca começamos a praticar. Conheça a paralisia por análise neste artigo.

Se você é autodidata, também corre o risco de cair na paralisia por análise e em outras armadilhas que você encontra neste artigo: Armadilhas de sermos autodidatas.

Referências

Categorias:

Espalhe a palavra!

Compartilhe este artigo nas redes sociais clicando nos ícones.

Deixe um comentário